terça-feira, 10 de agosto de 2010

E eu só queria...

que desse certo, que fosse mesmo recíproco e que fosse. Se já não é mais, o que me resta? Sentir a saudade, deixar o desejo escorrer até se esgotar. Vai passar. Tantas vezes isso já de procedeu e eu tô aqui pra contar história. E sinto informar, dessa vez tá mais fácil. Eu tenho mais força, mais vontade, mais vigor. Eu aprendi a querer mais e e é isso que me faz querer ir.
Não tô me sentindo mal com essa falta no peito, vazio atrai preenchimento que uma hora vem. Seja você de volta(sim, eu nunca disse que não, disse?não exite nunca pra quem sente), seja o novo. Vem. Tem que esperar, deixar que aconteça e é assim. Não existe muita mágica nessa realidade. Gruda na paciência e curta o que tiver. Eu vou levando.
Bate a vontade enorme, de vez enquanto, de jogar isso tudo isso em você, mas será que é mesmo necessário? Até onde eu vejo não tem feito diferença, não agora. Talvez faça e eu não perceba, mas os sinais vão todos de contra a isso. E eu vou com eles, vou controlando até onde der. Até onde eu achar necessário. Ou quando mudar de idéia. De batida.
E não me venham com "como você é fraca". Fui até o meu limite, para uma frequência que nem era tão forte assim. Vou manter a posição de guadar o carinho, o que foi belo e o resto eu tô desapegando, pro meu bem.




Eu deixo meu rádio ligado, se quiser minha atenção, faça barulho, porque eu tô mudando a estação.








5 comentários:

Evelyn Ceinwyn . disse...

''Fui até o meu limite, para uma frequência que nem era tão forte assim.''

tantos vezes ultrapassamos limites que achavamos não poder mais, para que haja sempre uma esperança, um poder-dar-certo-dessa-vez... Mais infelismente a verdade é que sempre alguém nos fará cair, por mais que achemos que somos fortes, alguém vai tocar na fragilidade exata do ser. Mais para isso serve a força, a força que encontraremos depois de cada tempestade, depois de cada experiência, é importante transpor os obstaculos, mais nunca tropeçar nas menores pedrinhas...
Talvez seja bom mudar a estação, mesmo sabendo que ela sempre estará lá, gravada no rádio, para o dia que resolver tocar uma música bonita outra vez.
sintonize em coisas cada vez mais belas e amáveis, é o que desejo gabby<3

Um beijo<3

Evelyn Ceinwyn . disse...

Ah gabby respondendo tua curiosidade rsrs

Depois de tantas metamorfoses nesses 3 anos: cabelo curto, médio, longo, vermelho,loiro, laranja, loiro de novo, agora eu estou mesmo como na última foto, com cabelo escuro misturado com vermelho e longos saihiushas Não pretendo mudar tão cedo, mudei demais já... rsrs

Anônimo disse...

eu resolvo seguir...começo a andar...e ai derepente sinto um puxão..e vejo que um fiozinho bem fininho ainda me prende a ele...e ele ta puxando...
não sei o que fazer..queria ser forte e arrebentar esse fio,afinal...é tão fininho...

*;beijo

Nih;

Maria Luíza. disse...

"Não tô me sentindo mal com essa falta no peito, vazio atrai preenchimento que uma hora vem."

Se existir verdade maior que essa, não conheço!


Você é foda.. E ponto!

Camilla Lourenço disse...

"Seja você de volta(sim, eu nunca disse que não, disse?não existe nunca pra quem sente), seja o novo."

Eu adoro esse blog :D