quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Viu o respeito por aí?

Já não somos mais os mesmos e nem nos relacionamos da mesma forma. Respeito fugiu do mundo e poucos o guardaram. Restam apenas fagulhos.
Pessoas passam pelas outras sem ao menos se comprimentarem. Esquecem da gentileza, educação. Famílias, amizades, namoros e casamentos têm se tornado muitas vezes insuportáveis pelo nosso egoísmo.
Nosso umbigo é o centro do mundo. Nosso emprego, nosso dinheiro, roupa, boa forma, consumir, comer, satisfação pessoal, sexual. Nosso verbo não tem passado na primeira pessoa. Somos a nossa prioridade. E temos que ser a dos outros também.
Por tudo isso achamos que qualquer forma de tratamento tá de bom tamanho, que não fazem mais que obrigação em nos servir ou fazer um favor.
Exatamente por não sabermos lidar com as diferenças, nos achamos superiores por termos um gosto comum, uma aparência comum e não fazer nada de tão "anormal". Seguindo uma regra.
Vem cá, que regra é essa que vocês criaram? Homem tem que pegar todo mundo pra ser macho, mulher tem que usar rosa par ser bem feminina, ambos só podem gostar um dos outros, tem que ser branquinho, loirinho, olhos claros, tem que ser rico, morar bem, tem que fazer faculdade, trabalhar em uma boa empresa, faça isso para ser bem visto. Fugiu da regra vai ter alguém te olhando torto.
É claro que combinemos que algumas modinhas que pegam por aí são bem estranhas, mas se a pessoa se sente bem assim, o que você tem a ver com isso? Contanto que elas não façam mal a ninguém. Se a pessoa quer gosta de uma pessoa do mesmo sexo, é uma escolha dela. E só dela. Você não tem que achar bonito, feio, ir de contra. Ela não tá pedindo a sua opinião. Alias as pessoas tão pouco se importanto se você não gostou do sapato que ela tá usando ou se ela usa roupas super coloridas.
As trilhas da vida é responsabilidade de cada ser. Se você tá achando que a pessoa tá se perdendo nela você pode, com carinho e respeito, alertar, mas não impor, ser agressivo. Você não é dono do mundo, não é dono de ninguém.
Vamos ter mais cuidado com as nossas palavras, com os nossos atos, com nós mesmos e com os outros.



2 comentários:

jefhcardoso disse...

Olá, Gabby! É triste, porém verdadeiro. O respeito sumiu da faixa. Abraço!

“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

Gostaria de lhe convidar para que comentasse o meu “A Cruel Vingança de Seu Igncio”. Ok?
http://jefhcardoso.blogspot.com/ de blog em blog.

Jeff disse...

=D
Um belo texto!
Acho que resume o que acontece muitas das vezes, mas não podemos perder a esperança, não é?
Ainda virão muitas gerações pela frente e espero que mudem tudo para melhor!!
Abraços Gabby, saudades de seu comentários e de tc contigo!!
bjus