sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Papo mulherzinha

Acho que todo mundo já ouviu falar na Thalita Rebouças. Ela escreve livros no gênero infanto-juvenil, mas é gostoso de ler. Eu tenho há bastante tempo o "Fala sério, mãe!" e esses dias peguei pra ler, pela milésima vez, e tem um trecho legal pra se dicutir, refletir.
"Homens de qualquer idade, nosso ou não, adoram nos contrariar. Eles são uma caixinha de surpresas, não perca tempo tentando entendê-los. É impossível."
E vamos combinar, não é verdade?
Você tá quietinha no seu canto, aí eles vem te procurar, te atiçar, aí quando você começa a achar tudo legal, "tcharam", eles somem!
Você gosta de comer massa, eles te levam ao japônes.
Eles sabem que você não gosta de pizza de mussarela, mas é essa que eles compram.
Você quer sair pra se distrair, um bar, uma pub, mas eles te levam pra casa.
E eu não vou nem falar da parte do "ligar no dia seguinte", todo mundo já passou por isso de alguma forma, ficar esperando um chamado, um sinal, mas nada, é típico,
Homens e mulheres, dois bichos diferentes que vão ter suas dúvidas um do outro até o fim da história, mas o prazeroso vai ser você ir descobrindo um do outro aos poucos, eu sei que é enlouquedor certas atitudes e a falta delas também, mas respire e comece a gostar da sua própria compania, logo logo quando você olhar ao lado vai ter alguém te esperando.

3 comentários:

May (Mayara Oliveira) disse...

mas respire e comece a gostar da sua própria compania, logo logo quando você olhar ao lado vai ter alguém te esperando.

concordo plenamente, afinal temos q nos achar lindas e absolutas e completarmos a nós mesmas, depois vem o q merecemos ;)

"o que é estar em paz pra ser minha e assim ser tua"

é assim que é

bjobjo

psiqué noir disse...

Texto muito bom, apesar de não ser de todo meu estilo, gosto do trabalho da Thalita Rebouças, e, tenho que concordar com ela, homem dá muita dor de cabeça. xD

Mas, é a vida, e no fim, faz falta não ter um ser especial e irritante, que me mesmo te magoando às vezes, no fundo te ama

^^

Little Ann disse...

"Fala sério, mãe!" me faz lembrar "Coisas que toda garota deve saber", este fez parte da minha pré-adolescência e foi até bem aproveitado. Hoje eu leio e vejo algumas coisas relevantes e que há alguns anos achava o maior barato. hahahahahahahahahahaha'
Com relação ao fato de homem dar muita dor de cabeça, eu tenho que concordar em número e grau! A gente tem que se gostar primeiro, sua prioridade é você, depois "eles" aparecem.
Por mais que a gente reclame, quem é que vive sem eles hein hein hein?!

beijos moça, gostei do post! ;*