segunda-feira, 17 de maio de 2010

Bolsa de valores

Se você pegasse a cotação dos sentimentos hoje, ia tá tão desvalorizado que não daria pra comprar uma balinha. Algo tão bonito se tornando tão artificial.Poucos são aqueles que ainda são de verdade. Ao invéns de cumprir seus verdadeiros pápeis de preencher, só vem deixando vazio os corações alheios e deixando uma carência interminável. Vou fazer uma comparação meio bruta, mas pra ter uma noção de como funciona esse bichinho chamado sentimento na gente. Se ele for esse do paraguai, que encontremos facilmente, ele age nos nossos organismos como um lanche do Mc Donald's, ele te enche de imediato, passado um tempo você já sente uma fome enorme, porque ele só tem o poder de saciar durante um curto período, mas não alimenta. Seguiu a lógica? Estamos em um "love generation" ondem se mutiplicam "eu te amos", recados ditos fofos, abraços e sorrisos que não dizem tanto. Mas eles vem do nada, de pouco convívio, de pouca atração afetiva, sem sentido, mas vem grandes e coloridos. Quando eu recebo coisas assim eu fico sem saber o que responder, porque o que falar pra uma pessoa dessas? "É muito cedo pra você me amar"? É "amor" pra cá, "querida" pra lá pra pessoas que não ser quer tão bem assim. Eu sou a favor que se pode gostar rápido de uma pessoa, pegar carinho, até porque eu sou muito assim. Meu coração é fácil.Mas não é com todo mundo que ele se simpatia e nem pra todo mundo ele consegue ser tão expressivo.


O verdadeiro fico ultrapassado e a moda é ser superficial.Seja extremamente estrapolado e ame todo mundo. Pra mim não dá. Não assim, tão descontroladamente e no fundo as pessoas sabem que não dá mesmo. Você pode querer bem ao próximo, e deve, mas é só. Gostar sem ser intenso e de verdade, não completa. Não pra mim. É, eu não sou deste século e comida de plástico não me satisfaz.

3 comentários:

May. disse...

nossa senhora gaby, mas cê ta boazuda nisso mesmo heim!
to adorando seus textos, de verdade mesmo!
escreve mais um monte que eu leio UAHAUHAH
beijo amada

Maria Luíza disse...

Adorei o que tu escreveu, escrita produtiva, eu gosto de escrita assim.
Eu sumo nas postagens, mas, como leitora estou sempre presente.
E pensamos iguais, hoje o amor está como bom dia, infelizmente, daqui uns dias, amar vai ser cafona. Já que tudo que é moda um dia fica ultrapassado. (e o amor hoje parece mais moda que sentimento.)

Sim, estou de blog novo, o velho vai sair do ar. Aqui vai o novo endereço.


http://luizaalexandrino.blogspot.com/

Wallace Azione disse...

Tem Razão Gabby!!! Os Sentimentos atualmente são artificiais,infelizmente. o Ser humano perdeu os valores (90%).


E se o amor na sociedade está superficial, eu diria que ódio está bem verdadeiro.